Onde comprar brinquedos em Paris

Dando continuidade, ainda que não linear, aos posts sobre minha última ida à Paris, a dica hoje é sobre onde comprar brinquedos em Paris!

Paris

Foto by Me, mas a vista ajuda né!!! Que cidade linda meu Deus!!!! #querovoltar

 

Antes de ser mãe a última coisa com a qual me preocupava onde quer que eu estivesse no mundo era saber aonde podia comprar brinquedos, qual era a melhor loja, etc… Ainda mais em Paris!!! Hahahahahha!!!!

Mas, hoje não é mais assim! Muito pelo contrário!

Antes mesmo de viajarmos, meu filho já costuma ter uma listinha de coisas para trazermos da viagem. E a mamãe e o papai agora já vão para o destino sabendo muito bem aonde comprar o quê… #paisdedicados

Bom, no caso dos Estados Unidos, esse post seria super desnecessário…

Primeiro porque todo mundo já sabe mais ou menos quais as melhores e maiores lojas por lá, segundo porque até na farmácia é possível encontrar algum brinquedinho legal de última hora e terceiro porque a querida Amazon costuma ser a “loja” de muita gente antes mesmo da chegada ao hotel!

Mas na Europa, de modo geral, com exceção de Londres e seu paraíso chamado Hamleys, não acho isso tão óbvio assim!

Vamos então aos endereços de onde comprar brinquedos em Paris!

Vou começar pelo meu lugar preferido: La Grande Récré

La Grande Récré

Essa é a loja que considero mais completa em Paris, daquele tipo Toys R Us sabe?!? Tem tu-do!!! Lego, bonecas, fantasias, livros (em francês é claro), dvd’s, artigos para festas, heróis, brinquedos para bebês, bolas, patinetes, mochilas, carrinhos, bonecas, jogos, material de pintura etc. etc. etc.!!!

Existem vários endereços em toda a França, só em Paris são mais de 10 lojas, mas a minha preferida fica no Passy Plaza, um mini shopping para os nossos padrões, mas super charmoso, e o melhor, pertinho da Torre Eiffel!

Por sinal, AMO essa região, acho que se tivesse que escolher um lugar para morar em Paris, seria por ali! Zero turístico, apesar de perto da Torre, muito charmoso, com prédios lindos, comércio maravilhoso, vizinho de um dos meus museus favoritos da vida, o Marmottan, e com um dos melhores bistrôs de Paris (vou dar essa dica em um próximo post 😉 )!

Passy Plaza

O Passy Plaza é cheio de lojinhas que nós adoramos: Zara Home, Accessorize, Geox (ótima para os maridos também!), Kiko, L’Occitane, Gap e Gap Kids e outras que valem a pena a visita!

Então pega o caderninho e anota: 53 Rue de Passy, metrô La Muette.

 

Minha segunda loja preferida: il était une fois (era uma vez)

Il etait une fois

Vocês sabem aquela loja de filme?!? Em que tudo é bonito, colorido, alegre, as pessoas são simpáticas e amam o que fazem, pois é assim a atmosfera dessa loja!

Ah, a loja também é linda!!! Com direito a luzinhas no teto que parecem estrelinhas piscando… Imagina no Natal!!!

E como isso tudo por si só já não bastasse, tem a localização… Em pleno Saint-Germain-des-Prés, o bairro onde tudo acontece em Paris!

E é claro, os brinquedos!!!

Il ete une fois

Apesar desse ar retrô, a loja tem uma grande variedade de estilos e marcas de brinquedos, inclusive super modernos, naquele estilo de tudo um pouco…

Bonecas Barbie, Legos, heróis, carrinhos de controle remoto convivem em harmonia com brinquedos em madeira educativos, roupas de bonecas de época, bichinhos de pelúcia estilo vintage, fantasias criativas e bem acabadas, carrinhos de rolimã e outras coisas que nos remetem ao tempo em que éramos crianças.

Il ete une fois 2

Olha que coisa mais linda! As fotos não conseguem transmitir nem metade do charme da loja…

il-etait-une-fois-paris-1373544947

As fantasias são um capítulo a parte! Lindíssimas e muito originais! Princesas, cavaleiros, palhacinho, rei, pirata… Mães de meninas, preparem-se!!!! Eu tive que me conter! Ou melhor, meu marido teve que me conter…

O endereço? 1 rue Cassette, Saint-Germain-des-Prés.

 

Não dá pra fugir das lojas de departamentos francesas! Até porque são maravilhosas!

E como nós vamos de qualquer jeito (para tentar diminuir a nossa wishlist!!!), porque não resolver por lá mesmo o presente das crianças?!?

Então vamos às melhores na minha opinião: BHV e Le Bon Marché

O BHV (Bazar de l’Hotel de Ville) fica no bairro do Marais (aos domingos, é “O” lugar para ir em Paris, mas o BHV estará fechado, então programa-se para ir lá duas vezes! Vale a pena!!!).

Como em toda loja de departamentos, você encontra de tudo lá, e nesse caso, de tudo mesmo… Porque é no sub solo do BHV que os parisienses compram pregos, parafusos, luminárias, tomadas, fios, ferramentas e tudo que é necessário para obras, reformas e casa em geral.

É claro que perfumes, maquiagens, bolsas de marcas famosas, óculos, relógios, itens para decoração e roupas, além de um café delicioso (vou dar essa dica também em um próximo post…) também estão lá!

A única coisa que você não vê muito no BHV, por enquanto, são os turistas!!!!

E isso já é um excelente motivo para você ir lá fazer compras com calma e como um típico parisiense!

Eu não esqueci o título do post… A seção de brinquedos lá é ótima!!! Tenho certeza que você vai encontrar muitos itens da listinha do seu filho! E tem tax free!

Já que estamos falando de crianças… A seção de roupas e acessórios para os pequenos também é excelente e super completa!

BHV

Impossível ir a Paris e não passar pelo Le Bon Marché, nem que seja para comprar muitas delícias em sua Grand Epicerie e trazer para casa um gostinho da França!

Bon Marche
Mas também vale a pena atravessar a rua e subir as escadas até o último andar para encontrar a seção de brinquedos desse tradicional magasin.

Aqui também tem de tudo um pouco: bonecas, jogos, brinquedos de montar, Legos, livros, miniaturas, bichinhos de pelúcia, trenzinhos, carrinhos, mochilas, lancheiras e uma coleção linda de pratos e talheres infantis em melamina.

E também tem tax free!

Uma ótima opção para quem gosta de resolver todas as compras em um só lugar!

Endereços:

BHV 36, rue de la Verrerie

Le Bom Marché 24, rue de Sèvres

 

Claro que a loja da Disney em plena Champs-Élysées não poderia ficar de fora da lista de onde comprar brinquedos em Paris!

Disney_Store_Paris_2014

Confesso que se não fosse pela localização, essa loja realmente não me atrairia…

Como a Champs-Élysées é um lugar quase (quase porque acho que nada é obrigatório pra ninguém em termos de viagens) que obrigatório para quem vai visitar Paris, pelo menos da primeira vez, a loja da Disney acaba sendo uma parada natural, para quem tem crianças, bien sûr!

Mas quem está acostumado com as lojas da Disney dos Estados Unidos vai se decepcionar… Além de muito menor a loja tem bem menos itens do que as irmãs americanas, principalmente para meninos!

Agora, se você ou as crianças que estiverem com você nunca foram a uma loja dessas ou mesmo se sua listinha estiver cheia de itens da Disney, é claro que vale a pena a visita! Ainda mais sabendo que o Arco do Triunfo vai estar a alguns passos dali!!!

Endereço: 44 Av. des Champs-Élysées

 

Ufa!!! Acho que é isso! :)

Sei que o post ficou gigante mas espero que ajude mamães, papais, titias, titios e amigos por aí que estejam de malas prontas para Paris e queiram trazer alguma lembrancinha para os seus pequenos!!! Ou pequenos viajantes que queiram se divertir nas compras em plena Cidade Luz!

 

E vocês, tem alguma dica pra me dar sobre onde comprar brinquedos pelo mundo?!?

Deixem nos comentários, vou adorar!

À Bientot! Até breve!

 

Bjs,

Mari.

  

 

Compartilhe também:

Dica de hotel em Paris

Oi!!! Voltei… :)

Bom, sem rodeios e explicações que justifiquem o meu sumiço do blog, vamos ao assunto do post de hoje: dica de hotel em Paris!

Quem me segue pelo instagram (blog_dica_chic, segue lá vai!!!) #blogueiracarentedeseguidores viu que tirei umas mini férias e passei 10 dias em Paris!

Ahhhh Paris… Sem dúvida uma das minhas cidades favoritas no mundo!!! Amo!!!

E claro que não podia deixar de dar a dica maravilhosa e imperdível do hotel que fiquei na cidade luz!

Posso dizer que já tenho uma certa experiência com hotéis em Paris…

Já me hospedei em hotel modesto moderninho, em hotel grandão (desses de cadeias presentes no mundo todo e super impessoais na minha opinião), em hotel tradicional com quarto enorme (raridade em Paris!) e dessa vez fiquei em um hotel boutique mega charmoso e híper bem localizado!

O meu eleito foi o Villa Madame! Só pelo nome já é de se apaixonar não é mesmo?!?!

Mas o nome fofo vem da rua na qual ele está localizado, 44 rue Madame, 75006. Em pleno 6° arrondissement, no coração de Saint-Germain-des-Prés, “O” lugar para ficar em Paris!

Endereço anotado no caderninho?!?

Mesmo que você não se hospede lá na sua próxima viagem a Paris, vale a pena o passeio pelas redondezas, cheia de lojinhas, restaurantes, ateliês e nada turístico!!!

Hotel Madame 2

A fachada do hotel é linda! Repleta de flores e folhagens. Não sei quem é a(o) paisagista deles, mas está de parabéns!

Hotel Madame 1

O interior do hotel é decorado nos mínimos detalhes… Cada objeto parece ter sido posicionado estrategicamente no lugar certo e mais apropriado!

Recomendo fortemente após um longo dia de passeios pela cidade, que você peça um drink no bar, escolha um dos muitos cantinhos do hotel e fique apenas observando a decoração! Eu fiz isso algumas vezes e adorei!!!

Hotel Madame 9

Hotel Madame 10

Hotel Madame 3

Você também pode optar pelo jardim. Um espaço muito agradável e charmoso que faz você esquecer que está em uma cidade grande! Com direito a fonte e muitos passarinhos cantando durante o dia!

Hotel Madame 4

O quarto que eu fiquei foi exatamente esse! Estou pensando até agora porque não fiz uma proposta pelo quadro que aparece na foto… Eu amei desde o primeiro momento!

O quarto tem um espaço ótimo e aqui também o cuidado com a decoração não foi esquecido. Tudo de muito bom gosto!

Hotel Madame 7

Ainda tem esse cantinho com máquina de café expresso, frigobar (dentro do armário) e mesinha de trabalho com gaveta para teclado e muitas tomadas. Espaço aliás que foi super aprovado pelo meu marido que teve que trabalhar um dia ou outro das férias… Pois é… :(

Por falar nisso o sinal de wi-fi é ótimo e funciona muito bem em todo o hotel. Eu e meu marido usamos nossos gadjets simultaneamente o tempo todo e a conexão se manteve sem problemas.

Hotel Madame 8

O quarto tem ainda um ótimo armário com 2 gavetas, uma arara e prateleiras, artigo raro hoje em dia em hotéis!

O banheiro, ítem essencial na minha pesquisa por hotéis, é outro ponto forte!

Com banheira separada do box, outra coisa rara nos dias de hoje, ducha super forte e todos os mimos essenciais: roupões fofinhos, chinelinhos, secador de cabelo potente, espelho com luz para maquiagem, aquecedor de toalhas, espelho de corpo inteiro atrás da porta…

Hotel Madame 6

E produtinhos Hermès para fechar a lista com chave de ouro!!! Não falta nada concordam?!? Hahhaha…

IMG_7296

E a localização não poderia ser melhor: muuuiiito perto do lindíssimo Jardim de Luxemburgo, da charmosa rua Bonaparte, da igreja de Saint Sulpice, a curta distância do badalado Boulevard Saint-Germain e com a estação de metrô Rennes (linha 6, uma das minhas preferidas para andar pela cidade) também a curta distância.

Sem falar nos mercadinhos, padarias, patisseries, farmácias, restaurantes, cafés, lavanderia e lojas a curtíssima distância do hotel. Por exemplo, tem uma loja linda da badalada marca A.P.C a menos de um quadra de distância… Não sei bem se isso é bom ou ruim!!!

Sobre o café da manhã e serviço de concierge… O hotel oferece ambos, mas não utilizei nenhum dos dois.

Afinal, já sou quase uma parisiense (me achei! Rsrsrsrsr!!!) e sobre o café, preferi gastar meus preciosos euros com outras coisas (o café não está incluído na diária do hotel).

De qualquer forma achei a equipe toda do hotel muito amável e solícita e acredito que o café da manhã seja ótimo, pois o menu era bem completo.

 

Já estou morrendo de saudades de Parrí e com certeza o hotel Villa Madame vai estar nos meus planos em um (breve)retorno a essa cidade incrível!!!

 

ps: Quero esclarecer que como estava de férias relaxei um pouquinho no quesito fotos e que 90% das fotos desse post foram pegas na internet. Mas posso assegurar que elas fazem jus à realidade! O hotel é exatamente como aparece nas fotos, todos os detalhes! Podem confiar! 😉

 

Beijos e até o próximo post com dicas nada óbvias de onde comer em Paris!

  

 

Compartilhe também:

Férias na Disney

Parece que falta muito, mas não se engane… As férias de julho estão logo ali! Hora de se planejar!!!

E como sei que Orlando, ou melhor, a Disney, é um destino super procurado nessa época do ano, achei legal fazer esse post!
Quem me segue no instagram (segue lá, @blog_dica_chic), viu que passei 15 dias com meu marido e meu filho em Orlando no mês de março.

Quando voltei, resolvi não fazer post sobre a viagem porque, sinceramente, existem milhões de sites e blogs especializados em Disney! E eles praticamente esgotam o assunto, aí achei que eu não teria muito a acrescentar sabe?!?

Mas… Notei que poucos sites/ blogs falam do hotel que escolhemos para a nossa temporada na terra do Mickey. Daí esse post! 😉

O hotel escolhido dentre tantas opções foi o Wyndham Grand Orlando Resort Bonnet Creek.
Preste bem atenção no extenso nome hein, existem outros hotéis da mesma rede com o nome parecido!

Esse bonitão aqui ó:

Hotel Orlando 8

Fachada do hotel.

Hotel Orlando 3

Parte interna do hotel.

Mas Mari, mesmo com criança pequena você não quis ficar em um hotel da Disney??? É a pergunta que todos me fizeram…

A resposta: um eloquente NÃO!!!

Gente, por isso mesmo! Como passava várias horas do dia e muitas vezes o DIA INTEIRO em parques, quando eu chegava no hotel tudo o que mais queria era desligar do mundo Disney.
Queria deixar Mickey e sua turma lá fora, nos esperando para o dia seguinte!!! Rsrsrsr…
E acho que isso funcionou super bem! Principalmente para as crianças pequenas, que ficam eufóricas e esgotadas durante a viagem.
Por isso, acho fundamental que elas descansem um dia ou outro durante a viagem e fiquem off dos muitos estímulos oferecidos pelo mundo de Walt Disney.

Fora isso, eu e meu marido também estávamos de férias!!! A viagem era para toda a família e mamãe e papai não queriam dormir e acordar com o Mickey por 15 dias!
E para conseguir isso só mesmo ficando fora dos hotéis da Disney.

Mas, e as vantagens que os hotéis da Disney oferecem?

Pois é… Se você fizer questão daquelas horas extras no início ou no final do dia que os hotéis Disney oferecem a seus hóspedes, realmente você tem que ficar em um desses hotéis.
Mas, se você souber se programar, acho que esse motivo sozinho não justifica a escolha por um hotel Disney.

Até porque esses dias com as horas extras costumam ser os dias mais cheios dos parques. Então o bom senso diz que mesmo que você tenha direito ao horário estendido, você não vai querer usá-lo justamente para… ficar em fila!
E ainda assim vale sempre consultar o horário de abertura e fechamento de cada parque antes de ir, pois eles mudam de acordo com o dia da semana e até mesmo época do ano. E sempre tem um dia que cada parque abre mais cedo ou fecha mais tarde, para todo o público, hóspede ou não da Disney!

E o transporte para os parques?

Não tem o mesmo charme do monorail ou do ferry boat, que são alguns dos meios de transporte oferecidos pelos hotéis mais top da Disney, mas se o seu problema é chegar e sair dos parques não se preocupe. Esse hotel oferece transporte de ônibus para os parques gratuitamente durante todo o dia.

E as magic bands? As famosas pulseirinhas que estão substituindo os ingressos?

Bom, ficando fora de um hotel da Disney você não vai poder abrir a porta do seu quarto com a pulseirinha! Nem receber suas compras no quarto. Mas só!!!
Tá bom, talvez tenha mais alguma coisa que você não possa fazer, mas juro que não é importante! Quer ver?!?
Você pode utilizá-la normalmente como ingresso e como fast-pass para os brinquedos mais concorridos. Pode cadastrar um cartão de crédito na sua conta da Disney, linkar com sua pulseira e usá-la para pagar todos os seus gastos dentro dos parques. Pode apresentá-la toda vez que tirar fotos com personagens para que suas fotos fiquem disponíveis para download em sua conta Disney.
A meu ver, as maiores facilidades que a magic band oferece!

Mas então qualquer outro hotel em Orlando serviria né gente?!? Por que eu escolhi esse???

Primeiro: localização.

Esse hotel apesar de não ser um hotel da Disney, fica praticamente dentro do complexo Disney! Colado no Epcot e em Downtown Disney. Tem a localização tão boa quanto alguns hotéis da própria Disney.
É tão perto, que do nosso quarto podíamos ver toda noite os fogos do show noturno do Epcot!
Ele faz parte de um complexo que também inclui os hotéis Hilton Bonnet Creek e o chiquérrimo Waldorf Astoria Orlando.
Na minha opinião, dentre esses três excelentes hotéis, a melhor opção para quem vai com criança é realmente o Wyndham.
Acho o Hilton muito executivo demais, sabe?! E o Waldorf Astoria, chic, sóbrio e sofisticado demais para quem só quer curtir dias na Disney em família, sem badalação.

Segundo: preço.

O hotel está quase dentro da Disney, muuuuito perto dos parques, mas com um preço de um hotel de fora do complexo. Excelente relação custo-benefício. Sem mais.

Terceiro: não é um hotel, é um resort.

Como passamos 15 dias em Orlando, sabíamos que não iríamos querer ir a parques todos os dias. Por isso procuramos um hotel em que pudéssemos passar o dia sem ter que sair para ter opções de lazer.

Afinal, um dolce far niente também é possível em Orlando!

Esse hotel possui uma infra-estrutura incrível! As piscinas são maravilhosas.  Uma delas com uma “prainha” perfeita para crianças e mamães… Se estiver mais friozinho tem até jacuzzi. Além de um bar-restaurante com ótimas opções, inclusive para um almocinho ali mesmo na beira da piscina.

Hotel Orlando 7

Hotel Orlando 6

Orlando Piscina

Spa completo (que me arrependo até hoje de não ter ido), 2 restaurantes (um deles especializado em frutos do mar, muito recomendado), bar super transado (esse eu fui!), loja de conveniência, salão de jogos eletrônicos, academia high-tech completa, sorveteria e um Starbucks no lobby fazem parte dos atrativos do hotel.

Além de tudo isso, ele é lindo!!! Sofisticado e com toques de decoração aqui e ali que fazem toda a diferença! Se fosse pelo lobby você acharia que está em NY e não em Orlando!!!

Hotel Orlando 5

Olha só! L-I-N-D-O!

Hotel Orlando 4

O atendimento também foi muito bom. Quarto enorme, limpo, roupas de banho e cama bem cuidadas, serviço de quarto correto e manobristas atenciosos e gentis também fazem parte do pacote.

Hotel Orlando 1

O quarto tinha, além do sofá-cama ali no cantinho…

Hotel Orlando 2

Mais uma cama beliche!!! Tenho apenas um filho, mas se tivesse três ainda assim o quarto estaria de bom tamanho.

 

Mais um detalhe importantíssimo: se você, como eu, tem o costume de chegar no hotel e já ter alguns pacotinhos à sua espera…

O Wyndham não cobra nenhuma taxa para receber suas encomendas! Já os hotéis da cadeia Hilton, por exemplo, costumam cobrar uma taxa cada vez que você for retirar um pacote que tenha chegado em seu nome. Ou seja, o que você comprou por uma pechincha pode deixar de ser quando você for receber!

 

Resumindo, o Wyndham Grand Orlando Resort Bonnet Creek é uma excelente opção de hospedagem em Orlando, mesmo que seu objetivo na viagem seja apenas aproveitar os parques da Disney!

Não deixe de colocar esse resort na sua lista quando for fazer orçamento dos hotéis, eu me surpreendi positivamente! Com toda certeza vai ser meu eleito para próxima ida ao lugar onde os sonhos se tornam realidade!

Se você quiser mais alguma dica da Disney ou de Orlando, deixe nos comentários. Vou ter um enorme prazer em responder!

Até o próximo post!

Bjs!

ps.: Exceto a foto da piscina, retirei todas as outras da internet. Como não pretendia fazer post para o blog não me preocupei em fotografar o hotel! Mas prometo que escolhi apenas fotos que realmente condizem com a realidade e que você não vai se decepcionar se escolher esse hotel para suas férias. 😉

 

  

 

Compartilhe também:

Restaurantes em Londres

Não pretendo aqui, e nem conseguiria mesmo, fazer uma lista do tipo “tem que ir” de restaurantes em Londres. As opções são muitas, acho até que inesgotáveis! E não frequento tanto assim (infelizmente…) a capital da Inglaterra para ter esse tipo de informação.

O objetivo desse post é apenas compartilhar com vocês minhas impressões sobre alguns restaurantes que fui nessa última viagem!

Vamos lá:

Cecconi’s

Foi sem dúvida “o” restaurante da viagem! Ele fica em Burlington Gardens, pertinho de todas as lojas luxuosas que você pode imaginar! O lugar é bem cool, super bem frequentado e diria que até badalado. Recomendo fazer reserva com certa antecedência, estava bem cheio quando eu fui.

Cecconi's.3Como fui à noite e não levei câmera as fotos do interior do restaurante com o celular ficaram péssimas, por isso peguei da internet. Mas ele é bonitão assim mesmo!

Blog.9

A carta de vinhos é excelente e os pratos maravilhosos. Pedimos um cannelloni de vitelo e um futtuccine com trufas. A massa chega à mesa apenas com o molho a base de manteiga e depois o maitre raspa ali mesmo as trufas frescas, brancas ou negras, sobre a massa… O cheiro é inebriante! Estou salivando só de lembrar!

Esse prato não está no cardápio, mas por ser um clássico da casa está sempre entre os especiais do dia! Pode pedir, eu garanto!

Blog.10

Blog.14

De sobremesa, um semifredo de torrone . Tudo perfeito, inclusive o serviço muito simpático dos garçons.

Blog.15

Claro que tanta coisa boa não poderia sair baratinho, né?! Além de melhor restaurante também foi a conta mais cara da viagem… Mas para quem estiver disposto a gastar um pouco mais, não vai se arrepender!!! Recomendadíssimo!

Ah, se você não está com viagem marcada para Londres e ficou com água na boca também pode ir no Cecconi’s de Los Angeles ou de Miami!

 

El Pirata of Mayfair

Restaurante de tapas espanholas em Mayfair. Delicioso!!!

El pirata of Mayfair

Lugar nada turístico, frequentado por locais, com decoração repleta de referências espanholas e serviço super atencioso.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

El pirata.3

Pedimos váaaarias opções do cardápio, todas muito gostosas, mas os croquetes ficaram na memória! Para quem gosta de tapas (meu vício ultimamente) recomendo muito!

 

Balthazar

Em pleno burburinho de Covent Garden fica a filial londrina do Balthazar. O restaurante foi recém inaugurado e é um sucesso. Já sou fã do de NY e o de Londres não deixa nada a desejar!

Balthazar Londres.2

Lugar lindo, charmoso como o de NY, cheio de gente bonita, ótimo cardápio e carta de vinhos e drinks bem variados.

Sugiro fazer reserva ou ter paciência, quando fomos esperamos 40 minutos por uma mesa. O que não chega a ser um problema com tantas lojinhas por perto para nos distrair…  Balthazar Londres

Blog.17

 

La Bouchée

Fomos jantar nesse bistrô no dia em que chegamos. Era bem próximo ao nosso hotel (56 Old Brompton Road) e muito charmoso, valia a pena arriscar! O lugar é bem pequeno, acho que tem apenas 12 mesas, e parecia ser frequentado apenas por pessoas do próprio bairro. Adoro ir a lugares em que me sinto como um local…

Blog.2

Meu marido ficou um pouco decepcionado com seu hambúrguer, mas a sopa de cebola gratinada que ele pediu de entrada compensou.

Blog.4

Blog.5

Também pedimos uma porção de foias gras acompanhada de pães da casa que estava ótimo! O fois gras desmanchando na boca como deve ser. Meu risoto de funghi também estava muito bom.

Blog.6

A sobremesa foi na sorveteria Scoop no final da rua. Adorei! Autênticos gelatos italianos! Existem mais duas filiais em Covent Grden.

Blog .1

Blog.7

 

Jamie’s Italian

A decepção da viagem! Não sei se eu que esperava muito desse restaurante, se eu e meu marido não fomos felizes na escolha dos pratos ou se ele é bem mais ou menos mesmo… Até desanimei com a chegada dele em breve a São Paulo…

colagem Jamie's

Fomos na filial de Piccadilly (existem várias pela cidade). A decoração é legal, moderninha, e o atendimento foi bem rápido.

Jamies Italian

Sentamos no bar mesmo pois já estava tarde e não queríamos esperar por uma mesa. O cardápio é bem extenso e variado, fomos de penne carbonara e porcini fettuccine.

Os pratos vieram frios, com pouco molho e as porções bem pequenas! Sobre o sabor: nada demais… Sabe quando você realmente não sente nada característico em um prato?!

Para compensar a sobremesa estava deliciosa: chocolate & hazelnut artic roll, uma espécie de rocambole de massa de chocolate recheado com creme de chocolate e semifredo de café servido com raspas de chocolate por cima e uma caldinha. Uma loucura!

O restaurante não é nada caro, pelo menos para os padrões de Londres, vamos ver como vai ser aqui no Brasil…

Mesmo não tendo gostado nunca digo não vá a tal lugar! Cada um tem uma experiência diferente e todas são igualmente válidas! Até pra falar mal temos que conhecer não é verdade?! A minha é que não foi muito boa…

Mas quem for não deixe de pedir de sobremesa o tal rocambole hein?! E quem for em São Paulo me conta o que achou!!!

 
Gostaram do post?! Já anotaram as dicas no caderninho? Estão ansiosos pela abertura do restaurante do Jamie Oliver no Brasil?

Deixe sua opinião nos comentários, vou adorar!

  

 

Compartilhe também:

Chá da tarde em Londres

Gente, voltei de Londres já tem um tempinho mas só agora vou começar os posts londrinos!!!

blog keep calm

Sempre que volto de viagem demoro um pouco para organizar a vida e ainda por cima uma gripe me pegou de jeito… Mas podem cobrar a new blogueira aqui tá?! Preciso pegar o ritmo!!!

Bom, vamos lá!

Um programa que sempre quis fazer em Londres foi tomar um autêntico chá da tarde! Confesso que não sou muito fã de chá, mas nesse caso vale o sacrifício, né?! Afinal de contas, não consigo pensar em outro programa mais inglês do que esse!

Na minha primeira vez em Londres não consegui fazer esse passeio, ficamos muito pouco tempo na cidade e o chá não era uma prioridade…

Mas dessa vez fiz questão!

Existem vários lugares em Londres que oferecem o chá da tarde: praticamente todos os bons hotéis tem esse serviço, bons restaurantes (na próxima vez quero ir no do Balthazar!), cafés etc.

Fomos no da tradicional loja de departamentos Fortnum & Mason, considerado um dos mais elegantes da cidade!

Fortnum e mason.3

A Fortnum & Mason é a mais antiga e luxuosa loja de departamentos de Londres. Tem mais de 300 anos de história, ao longo da qual serviu Reis, Rainhas e consumidores de todas as partes do mundo.

A F&M pode ser identificada facilmente pelo seu lindíssimo prédio vitoriano e pelo relógio de quatro toneladas que enfeita a entrada principal da loja. Desde 1707, a loja encontra-se no mesmo local, o número 181 de Piccadilly.

relogio fachada FM

A loja tem seis andares com acessórios, joias, chás, vinhos, cestas de piquenique (maravilhosas!), produtos de beleza, perfumes, doces, artigos chiquérrimos de papelaria, louças e muito mais. Vale a visita! Mesmo que você não tome o chá!

Chegamos lá as 17 horas como manda a tradição! Mas estava cheio… Tivemos que colocar o nome na lista de espera e aguardar até as 18 horas. O que não foi de todo mal pois aproveitei para olhar a loja com calma!

A loja é belíssima, cheia de detalhes arquitetônicos e tudo ali está exposto como se fossem verdadeiras joias!

Fortnum-Mason-Ground-Floor.2

Mas e o chá???

O salão de chá fica no 4° andar da loja e chama-se The Diamond Jubilee Tea Salon. Logo na entrada um pianista se encarrega da trilha sonora, muito chic!

F&M.2

cha da tarde.1

O salão é lindo, todo decorado naquele tom azul Tiffany, cor predominante em toda a loja, inclusive na louça, e chic até dizer chega… Voltei querendo alguma coisa dessa cor na minha casa pra ontem!!!

cha da tarde.2

cha da tarde.4

Pedi o chá mais simples (existem váaarias opções), até porque já estava tarde e naquele mesmo dia iríamos jantar. Foi mais do que suficiente!

cha da tarde.3

Você escolhe o tipo de chá que quer e algumas opções dos salgados e doces. Gente, sabe carta de vinho? Pois é igual, só que de chá!!! Para quem gosta é o máximo! Diante de tantas opções fui no clássico Earl Grey, mas para não ficar muito óbvio, pedi com um toque de morango. Adorei!

A minha opção de chá da tarde incluía um sanduíche salgado com camadas de diferentes recheios, dois tipos de scone (um com fruta e outro sem), dois tipos de geleia, uma porção de clotted cream (mais ou menos uma mistura entre manteiga, creme de leite e nata. Se eu pudesse comia puro e ainda trazia pra casa, de tão bom que é!) e é claro, alguns docinhos…

cha da tarde.5

Gostei muito e recomendo o programa!

cha da tarde.6

Na verdade não conheço outros chás em Londres para comparar, mas considerando que a loja em si já é uma atração acho que vale a pena unir o útil ao agradável e ficar por ali mesmo para um lanchinho!

Meu marido, que não tomou o chá, mas que já conhecia a loja, disse que o restaurante do 1° andar, The Parlour, é excelente para um lanche da tarde com ou sem chá. Fica então mais uma opção!

Aos poucos vou fazendo mais posts sobre Londres, uma capital pela qual não me apaixonei à primeira vista mas que me conquistou dessa vez!!!

 

Gostou do post? Conhece e recomenda algum chá em Londres? Deixe nos comentários, vou adorar saber!

  

 

Compartilhe também:

Tiradentes – O que fazer

Como falei nesse post http://dicachic.com.br/tiradentes-onde-ficar-e-onde-comer/  meu maior objetivo em Tiradentes era levar meu filho para passear na Maria Fumaça, já que ele AMA trens!

Mas descobri que esta charmosa cidade mineira oferece vários outros passeios e atividades.

Há opções para todos os gostos e para todas as idades!

Vamos ao passeio de Maria Fumaça, a grande estrela da região!

trem .1

A centenária Maria Fumaça liga as cidades de Tiradentes e São João Del Rei e continua em atividade desde sua inauguração, em 1881.

O trem percorre um trajeto de apenas 12km margeando o Rio das Mortes, com vista para a Serra de São José em cerca de 40 minutos. Recomendo sentar do lado direito do vagão no sentido Tiradentes/ São João Del Rei! A vista para as belas paisagens é garantida!

Tiradentes.33

Tiradentes.24

Tiradentes.26

O passeio agrada adultos, jovens e, principalmente, as crianças!

A viagem no tempo já começa na bilheteria, localizada na pequena estação construída em 1881 para servir à companhia de Ferro Oeste de Minas. Tudo ali nos remete ao passado…

Estação de Tiradentes

Os vagões, feitos em madeira, mantém sua aparência original e estão muito bem conservados.

Vagão Maria Fumaça

Em frente à estação, está a rotunda, estrutura pela qual a locomotiva inverte sua posição na linha férrea e engata-se novamente aos vagões para regressar a São João Del Rei.

Embora os maquinistas façam essa manobra de rotina logo após a chegada, muitos turistas deixam de ficar para vê-la por falta de informação. Claro que não foi o nosso caso!!!

manobra do trem

No complexo Ferroviário de São João Del Rei está localizado o Museu Ferroviário, tombado pelo patrimônio histórico em 3 de agosto de 1989. Vale muito a pena ir a este museu!

O espaço é pequeno mas muito bem organizado e em 30 minutos (fora o tempo das fotos…) você consegue ver tudo. Tem desde peças dos trens como parafusos e engrenagens passando por telefones e relógios antigos até vagões inteiros e uma locomotiva muito bem conservados.

Museu

museu do trem

Minha sugestão: assim que desembarcar em São João Del Rei vá direto ao museu, e depois escolha entre passear pelo centro histórico ou voltar para Tiradentes logo depois!

Fizemos a segunda opção pois nossa viagem priorizava o passeio de trem! Mas muitos turistas optam por conhecer o centro histórico de São João Del Rei e voltar de taxi para Tiradentes. Nesse caso compre o bilhete só de ida!

Na minha primeira viagem na Maria Fumaça (pois é, fizemos duas!!!) voltamos para Tiradentes de taxi pois pegamos o horário do último trem, a corrida custou R$ 50,00.

Resumindo: achei que a viagem de Maria Fumaça foi um programão! Não só pelo meu filho, mas por mim também! Adorei o passeio e a experiência!

trem e eu

Ah, mais uma coisa! Compre seu bilhete com antecedência, porque o passeio é muito concorrido aos finais de semana! Além do mais, é como se diz, trem se espera na estação!

Horários:

Sextas-feiras e Sábados:

Saída de São João Del Rei: 10hs e 15hs

Saída de Tiradentes: 13hs e 17hs

Domingos:

Saída de São João Del Rei: 10hs e 13hs

Saída de Tiradentes: 11hs e 14hs

Tarifas:

Adultos: R$ 40,00 (ida) e R$ 56,00 (ida e volta)

Crianças de 6 a 12 anos, estudantes e idosos: R$ 20,00 (ida) e R$ 23,00 (ida e volta)

Crianças até 5 anos no colo não pagam

 

Igreja Matriz de Santo Antônio

Matriz de Santo Antônio

Outro programa obrigatório na cidade!

Como sou devota de Santo Antônio, não poderia deixar de ir em sua Igreja Matriz!

Mas o programa é imperdível não só por motivos religiosos. A história dessa igreja se confunde com a histórias do nosso país, além de representar um dos mais fortes movimentos artísticos do Brasil, o Barroco.

Considerada uma da jóias do barroco brasileiro, a Matriz foi construída no século XVIII com a frente voltada para a Serra de São José. Situada em um dos locais mais elevados da cidade, a igreja pode ser vista de quase todos os pontos.

Já na fachada da igreja, desenhada pelo mestre Aleijadinho, o antigo relógio de sol apresenta uma particularidade conhecida por poucos. Ele possui duas faces para indicar o horário de acordo com a posição do sol: uma durante o inverno e outra no verão.

Logo na entrada, é difícil não se impressionar com os lustres de prata e a enorme quantidade de ouro que decoram o altar e suas imagens. A Aleijadinho são atribuídas as esculturas da fachada e da portada, que datam de 1810. No alto, o órgão português de 1788 trazido de Portugal e ainda em funcionamento, é outra atração da Matriz.

O espetáculo de som e luz é uma forma muito interessante de conhecer todos os detalhes que envolveram a formação, arquitetura e a riqueza dessa belíssima construção histórica.

matriz

Ele acontece durante a noite, depois da missa, tem aproximadamente 20 minutos de duração e é narrado pelo ator Paulo Goulart.

A sensação da igreja vazia, o silêncio, com luzes apontando para cada detalhe daquele imenso tesouro e a inconfundível voz de Paulo Goulart contando a história do mais importante monumento colonial do Brasil, é de arrepiar! Uma aula de história, arte e cultura pra não esquecer mais!

Programa mais do que recomendado!

Dias e horários do espetáculo som e luz: sexta-feira a domingo, às 20hs. Mas é bom confirmar! No dia que eu fui o espetáculo começou às 20:30. R$ 10,00 por pessoa.

ps: Não coloquei fotos do interior da igreja porque não é permitido fotografar.

 

Museu do Automóvel

Tiradentes.27

Quando coloquei no roteiro esse passeio para atender às vontades dos meninos (meu marido e meu filho), confesso que fiquei com a sensação de que a menina aqui não curtiria muito o programa… Mas me enganei!

O museu, inaugurado em 2006, fica localizado na estrada de Bichinhos (cerca de 5km de Tiradentes) e possui 60 automóveis em exposição em um amplo galpão divididos em 3 setores: americano, nacional e europeu.

Carros

carros.2

Os automóveis pertencem ao colecionador Rodrigo Cerqueira Moura, que compra e restaura os carros desde 1976.  A oficina fica lá mesmo, na propriedade onde está situado o museu. A mania de trabalhar com mecânica de carros nas horas vagas, aliada ao gosto por carros antigos herdado de seu pai, fez com que ele iniciasse sua coleção com uma Mercedes-Benz 1952 e um Jeep Willys 1951.

Carros.5

Bom, nem preciso dizer que meu filho e meu marido adoraram! Tanto que o programa demorou mais do que o esperado! Ficamos lá cerca de 1 hora. Mas, para os não tão aficionados, e para as meninas, 40 minutos é mais do que suficiente!

O único senão do museu: não tem ar-condicionado! O tempo estava muito agradável quando eu fui, mas em dias de muito calor o programa pode não ser tão agradável…

Voltei do passeio achando todos os carros que passavam na rua horrorosos, com cores sem graça e nem um pouco charmosos!

Horários: quarta a domingo de 9 às 18hs.

 

Passeio de Jardineira

Não fiz esse passeio, mas achei a ideia bem legal!

Dizem que é uma das atrações mais concorridas da cidade!

Charmosa

O roteiro noturno é feito em um dos automóveis que faz parte do acervo do Museu do Automóvel, a Charmosa, uma Jardineira Chevrolet de 1935.

O tour percorre todo o centro histórico em 1 hora e meia e tem várias paradas. No trajeto são contadas histórias e lendas da cidade de Tiradentes.

O carro sai do Largo das Forras a partir das 18hs e leva apenas 7 passageiros. O ingresso custa R$ 50,00.

 

Passeios Eco Turísticos

Não fiz nenhum dos passeios sobre os quais vou falar agora, até porque não são apropriados para crianças da idade do Henrique, mas acho que para os mais aventureiros não acompanhados de crianças pequenas vale muito a pena!

paisagem

Todos eles são organizados pela Agência Vivaminas, que fica bem no centro da cidade (Praça da Rodoviária 48, centro histórico. Telefone: 32 3355-1811).

As opções são muitas:

. caminhada até o topo da Serra de São José (1.200m de altitude), através da histórica Trilha do Carteiro (Calçada dos Escravos)

. passeio de bicicleta realizado pela parte rural de Tiradentes e parte baixa da serra de São José

. caminhada até região de cachoeiras e piscinas naturais na parte baixa da serra

. cavalgada pelos campos da serra de São José, com o visual dos paredões de arenito típicos da região

. visita à Caverna Casa de Pedra. Trata-se de uma caverna calcárea composta por salões com estalactites e estalagmites. A visita conta com monitores e equipamentos de segurança

 

Chafariz de São José de Botas

Construído em 1749 pela Câmara Municipal ele é considerado o mais belo chafariz do Brasil.

Chafariz

Suas diferentes fontes têm diferentes propósitos: a do meio, abastecer com água potável a população; a da direita, para uso das lavadeiras locais e a da esquerda servia de bebedouro aos animais.

Tiradentes.29

Sua fachada barroca guarda uma rara imagem de São José e um Brasão de armas do Reino de Portugal.

Chafariz.2

Segundo a lenda local basta você beber um gole desta água cristalina para retornar a Tiradentes! Por via das dúvidas, enchi minha garrafinha!

Quando for ao chafariz, aproveite para almoçar no Restaurante Viradas do Largo (restaurante da Beth) que é bem pertinho dali e tem uma comida caseira maravilhosa!

 

Museu Padre Toledo

Este casarão foi o cenário da 1º reunião dos inconfidentes em 1788.

padre toledo

Em vários de seus cômodos podemos ver lindíssimas pinturas no teto.

A sala dos espelhos é o máximo!  Esse cômodo teve o chão todo coberto por espelhos para que pudesse refletir os desenhos do teto.espelhos

O museu abriga ainda peças de mobiliário e obras de Mestre Ataíde.

O espaço ficou fechado durante dois anos para reformas e foi reaberto em 2013.

 

Ufa… Acho que não esqueci de nada! Viram como há muito o que fazer em Tiradentes!

Na verdade esqueci das comprinhas, né?!

Para mim não dá pra viajar e não trazer uma lembrancinha do lugar visitado…

Compras

Não se preocupe! Tiradentes está cheia de coisas que você vai querer trazer pra casa: peças de artesanato em ferro, lindas colchas em patchwork (as mais bonitas que vi ultimamente!), deliciosos doces em compota, geleias, queijos, móveis em madeira de demolição (eles entregam no Rio, e os preços são excelentes), achados em antiquários maravilhosos, copos, pratos, vasos, castiçais e outras peças feitas de estanho, cerâmica, cachaças e mais um monte de coisas e lindos objetos decorativos que vão te trazer boas lembranças dessa cidade!

 

Espero que tenham gostado do post! Deu trabalho pra fazer viu?! Mas acho que ficou bem completo!

Deixe sua opinião nos comentários, vou adorar saber!

 

  

 

Compartilhe também:

Tiradentes – Onde ficar e onde comer

No início desse mês, eu, meu marido e meu filho passamos um fim de semana maravilhoso na cidade mineira de Tiradentes!

Tiradentes.30

Como tenho muita coisa pra contar e muitas fotos pra mostrar, resolvi dividir o assunto em 2 posts para não ficar muito longo, ok?!

Nesse post vou falar sobre a pousada onde nos hospedamos e sobre os restaurantes que fomos. No próximo, listarei os programas que a cidade oferece.

Antes de mais nada, gostaria de explicar o porquê da nossa escolha por esse destino.

Poderia dizer que fomos para Tiradentes por sua importância histórica, por causa de seu patrimônio artístico e cultural, pelas belas paisagens que a região oferece…

Mas, na verdade, o motivo foi um só: meu filho é simplesmente APAIXONADO por trens desde pequenininho!!!

O objetivo principal dessa viagem foi proporcionar a ele seu primeiro passeio de trem, mais especificamente de Maria fumaça (ele já sabe as diferenças entre os diversos tipos de trem, vê se pode!), uma das grandes atrações da cidade.

Bom, isso também justifica a escolha da nossa pousada…

Ficamos na pousada Trem do Imperador.

Tiradentes.18

O fim de semana foi quase temático! Imersão total no mundo dos trens!

A pousada toda é um barato! Tão bem cuidada, tão charmosa e tão cheia de detalhes que parece um cenário!

Tiradentes.21

O dono é um ex-ferroviário apaixonado pelo mundo dos trilhos e adquiriu a maioria das peças que decoram a pousada em leilões.

Tiradentes.20

Claro que optamos pelo quarto-vagão! E nem preciso dizer que meu filho achou o máximo o fato de nossa “casa” por 3 dias ser um vagão de trem!

Tiradentes.12

Confesso que quando fiz a reserva fiquei com medo do quarto-vagão ser muito apertado… Mas tive uma boa surpresa! O quarto é bem confortável e o banheiro chega a ser grande, muito maior do que o de muitos hotéis em que já fiquei.

Tiradentes.7

Tiradentes.8Tiradentes.9

O vagão vem equipado com split, tv de tela plana com canais a cabo, lençóis térmicos (que usei pois estava muuuito frio), sofá-cama (que serviu como cama para o meu filho), frigobar, além de banheiro com um excelente chuveiro (para mim esse é um ponto crucial em hotéis), forte e quente.

A pousada também tem quartos “normais” que ficam na casa principal. Mas aí, qual é graça não é mesmo?! Rsrsrsrs!!!

Vamos aos serviços: a pousada oferece café-da-manhã, super completo, já incluso no valor da tarifa, estacionamento, piscina aquecida (não cheguei a usar), wi-fi grátis em toda a propriedade (posso dizer que usei e abusei desse serviço e que funcionou muito bem) e à noite servem no restaurante, como cortesia, sopas com torradinhas. Nada melhor numa noite fria do que um mimo desses! E ainda por cima, eram deliciosas!

Também achei a localização da pousada muito boa. Não é no meio do centro da cidade, mas de carro você chega lá em 5 minutos!

staff foi muito atencioso e gentil e deram dicas excelentes de restaurantes e passeios na cidade. Procurem pelo Giovanni, ele sabe tudo o que tem de melhor em Tiradentes!

Vamos falar dos restaurantes?!

No dia em que chegamos, uma sexta-feira à tarde, almoçamos no Viradas do Largo, também conhecido como restaurante da Beth, por indicação do Giovanni.

Tiradentes.1

O restaurante fica em uma casa simples, decorada com peças do artesanato local, e tem uma comida caseira maravilhosa!

As porções são muito fartas e servem, com folga, até 4 pessoas.

De entrada, pedimos uma linguiça picante, acompanhada de um pão francês quentinho. Para meu filho, um prato infantil delicioso (o franguinho desmanchava na boca) e eu e meu marido dividimos meia porção de feijão tropeiro com lombo e linguiça. Lembro até agora do tempero daquele feijão… Maravilhoso! E ainda sobrou, viu?!

Tiradentes.22

Não tivemos tempo para a sobremesa porque tínhamos que pegar o trem!

Como almoçamos muito tarde, não jantamos. Tomamos apenas a sopinha deliciosa com torradas que nos esperava na pousada.

No sábado almoçamos em Bichinhos, uma cidadela colada em Tiradentes.

Fomos ao Pau de Angu. Restaurante de comida caipira indicado pelo Guia Quatro Rodas.

Também um lugar simples, localizado em um sítio muito agradável. Tem um parquinho para as crianças e uma vista muito bonita da região para quem quiser ficar nas mesinhas da varanda.

Tiradentes.10Tiradentes.11

A comida estava muuuito boa! Pedimos um prato para nós 3: filet mignon, arroz, feijão, couve, batatas coradas, angu e uma porção de tutu (amo!).

A fome era tanta que esqueci das fotos (lapso de blogueira iniciante!)…

Ô povo pra cozinhar bem esses mineiros, hein gente?! E a fartura?!

Também pulamos a sobremesa! Adivinha o motivo??? Pois é, tínhamos que pegar o trem!!!

À noite jantamos no restaurante Atrás da Matriz, outra dica nota 10 do Giovanni!

IMG_3197

Ele fica na rua lateral bem atrás da Igreja Matriz de Santo Antônio, ponto turístico obrigatório!

O restaurante não deixa nada a desejar se comparado a muitos restaurantes italianos e pizzarias cariocas. Ambiente bem legal, animado, cheio de gente bonita e comida e serviço muito bons!

Destaque para a ótima carta de vinhos e para as várias opções de pratos com bacalhau.

O cardápio oferece também muitas opções de massas, todas pareciam ótimas. Mas fomos de pizza feita no forno à lenha! E não nos arrependemos…

Dessa vez tivemos tempo para a sobremesa! As escolhas foram: mousse de chocolate, pavê de chocolate e um cálice de vinho do porto.

IMG_3198

Esses foram os restaurantes que escolhemos.

Mas sabe aquela cidade que você tem certeza que se voltar vai descobrir vários outros lugares legais pra ir?! Foi essa a impressão que tive de Tiradentes!

Vimos vários bares, cafés e restaurantes que pareciam ótimos e que só não fomos por pura e simples falta de tempo!

Meu marido achou os barzinhos em volta da praça principal muito convidativos! Se deixássemos, ele passaria a tarde inteira ali, tomando uma cerveja e vendo o vai e vem das pessoas na praça…E tem coisa melhor?!

Opções gastronômicas para todos os gostos é o que não falta nessa linda cidade colonial!

Não percam o próximo post com dicas de passeios em Tiradentes!

Já foi a Tiradentes? Tem outras indicações de pousadas e restaurantes para dar? Deixe nos comentários! Vou adorar saber que dicas você tem pra me dar!

 

 

 

 

  

 

Compartilhe também:

Onde comer hambúrguer em NY

Estive em New York em abril deste ano e, aos poucos,pra não ficar cansativo e repetitivo pra vocês, vou postar dicas da cidade que nunca dorme!

Comer hambúrguer em qualquer lugar dos Estados Unidos é inevitável! Faz parte da cultura gastronômica do americano. O hambúrguer está para o americano como o acarajé está para o baiano e o churrasco para o gaúcho! Então, já que você vai acabar comendo pelo menos um desse clássico sanduíche, que seja em um lugar legal, concordam?!

Vamos à minha seleção dos melhores hambúrgueres nova iorquinos!

Five Guys

Criada em 1986 em Washington, essa rede de lanchonetes charmosascom lojas decoradas em vermelho e branco,está presente em vários estados americanos. Só em NY existem umas 10 filiais. O hambúrguer é realmente muito bom e oferece uma grande variedade de extras para “envenenar” (como diz meu marido) ainda mais o seu sanduíche. A Five Guys se orgulha de não ter freezers em suas lojas pois não trabalha com alimentos congelados, tudo é fresco, mantido apenas em refrigeradores.

blog-dica-chic-ny-Five Guys.1 blog-dica-chic-ny-Five Guys.2
Há também opções de cachorro-quente e sanduíches vegetarianos. O preço, um dos seus principais atrativos, é ótimo. Com US$ 5,00 é possível comer um hambúrguer!

blog-dica-chic-ny-Five Guys.3

ShakeShack

Desde que foi criado em 2001, como uma carrocinha no Madison Square Park, virou febre durante 3 verões consecutivos e continua atraindo muita gente em suas filiais espalhadas pelo Estados Unidos e até em outros países (Inglaterra, Rússia, Turquia e Oriente Médio já ganharam seus ShakeShack’s).

A filial do Madison Square Park agora é um quiosque projetado em harmonia com o parque e as demais filiais nova iorquinas também tem seu encanto…Eu, particularmente, adoro a que fica na Grand Central Terminal!

blog-dica-chic-ny-Shake Shack.4 blog-dica-chic-ny-Shake Shack.5
A identidade visual da marca é um charme à parte e o hambúrguer é mesmo excelente: macio, suculento e vem em um pão delicioso! E o formato da batata frita?! Uma graça!

blog-dica-chic-ny-Shake Shack.6

 

blog-dica-chic-ny-Shake Shack.7

Segundo a rede de fastfood a carne utilizada é livre de hormônios e antibióticos. Eles também têm uma versão vegetariana maravilhosa: ao invés de carne encontramos um cogumelo Portobello inteiro assado lentamente…Uhhmmm!!!

Além das bebidas clássicas oferecidas comomilkshakes (deliciosos), refrigerantes e cervejas, podemos pedir uma taça de vinho! Ponto para o ShakeShack por mais um diferencial!

Agora o ponto fraco, o hambúrguer é pequeno e, talvez por isso mesmo, caro! Bem, nada é perfeito…

Burger Joint

Um dos melhores hambúrgueres de NY está escondido atrás das cortinas do lobby do hotel Le Parker Meridien.
Isso mesmo, o hotel todo chique esconde um verdadeiro sub mundo atrás de suas cortinas! A única pista é um letreiro de neon na entrada…

blog-dica-chic-ny-Burger Joint.8 blog-dica-chic-ny-Burger Joint.9 blog-dica-chic-ny-Burger Joint.10

É ou não é o máximo a decoração, ou melhor, a cenografia?! Parece que entramos em um portal que nos levou a uma outra dimensão de tão caótico que é o lugar. Mas o bacana é isso mesmo!

Bom, vamos ao hambúrguer… o lugar é tão interessante que o sanduíche nem precisava ser dos melhores, mas é! É muuuiiito bom! Pão fofinho, carne macia, no ponto e saborosa, batata frita sequinha, maionese, catchup e mostrada, pra que mais?!

blog-dica-chic-ny-Burger-Joint.11

O lugar está sempre cheio de gente bonita e a trilha sonora é um capítulo à parte, você vai ouvir de tudo um pouco, de Rolling Stones a Charles Aznavour passando por Caetano Veloso.

O hambúrguer custa menos de US$ 10,00! Levando em conta o charme do lugar e a experiência de estar ali, é de graça!!! Recomendadíssimo!

 

DB BistroModerne

Minha última dica é pra você que achava que já tinha comido todo tipo de hambúrguer e que nada mais poderia te surpreender!
Estamos aqui falando de Daniel Boulud, o renomado chef francês proprietário de vários restaurantes estrelados. É ele que comanda o DB, um bistro bem casual pertinho da Times Square, perfeito para ir antes ou depois de um espetáculo da Broadway.

O “the original DB Burguer” é um hambúrguer de sirloin recheado com costela de porco, foiegras e trufas negras, dentro de um tipo de brioche de parmesão acompanhado de batatas fritas perfeitas!

blog-dica-chic-ny-DB burger-12
O restaurante segue o padrão das demais casas comandadas pelo chef com decoração e serviço impecáveis.

blog-dica-chic-ny-DB Bistro-13
Claro que um hambúrguer assim não poderia ser barato, custa US$ 33,00. Mas arrisco dizer que vale cada centavo!

Com certeza o hambúrguer mais gourmet que você já provou!

 

E aí, gostaram das dicas? Conhecem mais algum hambúrguer imperdível da Big Apple?

Deixem nos comentários, vou adorar saber as dicas de vocês para a próxima viagem!

  

 

Compartilhe também: